Início
/
Serviços
/
Serviços Clínicos

Serviços Clínicos

Medicina Paliativa e Dor Crónica

Responsável

Dra. Isabel Maria Duque Gonçalves Martins

Enfermeira Responsável

Enf. Sílvia Cristina Almeida Simões

Contactos

Email: U_dor_paliativos@ulscb.min-saude.pt

Serviço de Anatomia Patológica

Responsável: Dra. Maria Eugénia Monteiro André

Email: anatom.patol@ulscb.min-saude.pt

Serviço de Anestesiologia

Directora

Dra. Alexandra Fonseca Amaral

Contactos

272 000 188 (Bloco Operatório)

Carteira de Serviços

Anestesiologia Clínica:

  • Bloco Operatório Central, tem 3 salas de operações, onde são praticados os atos anestésicos para intervenções cirúrgicas nas especialidades de Cirurgia Geral, Ortopedia e Traumatologia, Ginecologia e Obstetrícia, Urologia e Otorrinolaringologia.
  • Unidade de Cirurgia Ambulatória, onde são praticados os atos anestésicos para as várias intervenções cirúrgicas que não carecem de internamento.
  • Bloco de Partos da Maternidade, onde é efetuada analgesia do trabalho de parto.
  • Exames Complementares de Diagnóstico onde se executa o apoio anestésico para exames complementares de diagnóstico e terapêutica na especialidade de Gastrenterologia.

Medicina Peri-operatória:

  • Existe uma Consulta de Anestesia onde são triados e avaliados os doentes que serão sujeitos a intervenção cirúrgica no Hospital.
  • Na Unidade de Cuidados Pós-Anestésicos faz-se a avaliação e otimização da condição médica dos doentes depois das intervenções cirúrgicas, tratando as complicações pós-operatórias imediatas e controlando a analgesia do pós-operatório.

Dor Crónica e Medicina Paliativa:

  • Integrada no Serviço de Anestesiologia, a Unidade de Dor Crónica e Medicina Paliativa, agrega a Consulta Externa de Dor Crónica, a Consulta Externa de Medicina Paliativa e a Equipa Intra-Hospitalar de Suporte em Cuidados Paliativos.

Urgência:

  • Há uma equipa anestésica em permanência no Hospital que intervém nas cirurgias urgentes e na analgesia de trabalho de parto. Por vezes atua também em situações de reanimação no Serviço de Urgência.

Serviço de Bloco Operatório

Diretor

Dr. Manuel Costa Mega

Enfermeiro Chefe

Dr. António José Ascensão Machado

Contactos

Email: bloco@ulscb.min-saude.pt

Serviço de Cardiologia

Directora

Dra. Gisela Ana Paula Bragança

Enfermeira Chefe

Enf. Maria Manuela Bértolo Gomes

Contactos

Email: cardiologia@ulscb.min-saude.pt

Horário de Visitas

Visitas dentro do horário regulamentado para o Hospital

6º piso

Serviço de Cirurgia Geral

Diretora do Serviço – Aida Paulino
Enfermeiro Gestor – Rui Macedo

Médicos Especialistas

  • António Gouveia
  • Gina Melo
  • Horácio Perez
  • Luíz Valência
  • Manuel Mega
  • Pedro Barata
  • Rui Raínho
  • Sara Correia
  • Sofia Nunes
  • Vanessa Bettencourt

Médicos Internos

  • Filipa Meruje
  • Joana Peliteiro
  • Mafalda Gualhofo
  • Manuel Moutinho
  • Rita Monteiro
  • Tatiana Neves

Enfermeiros Especialistas

  • Ana Monteiro
  • Ana Paulo
  • Elsa Folgado
  • Telma Marques

Enfermeiros

  • Ana Batista
  • Ana Reis
  • Bruno Pires
  • Carla Ribeiro
  • Carolina Cruz
  • Cláudia Pinto
  • Cristiana Sá
  • Inês Laia
  • Joana Pires
  • Leandro Pinto
  • Lúcia Inês
  • Luís Figueira
  • Lurdes Silva
  • Miguel Carvalho
  • Patrícia Marques
  • Sandra Barata
  • Sílvia Tavares
  • Zélia Martins

Assistentes Operacionais

  • Ana Gonçalves
  • Carla Cabral
  • Cristina Rodrigues
  • Daniela Neves
  • Fátima Pecador
  • Marco Batista
  • Marta Alves
  • Paula Cristina
  • Sandra Martins

Secretariado Administrativo
Lurdes Valente

Assistente Social
Maria João Antunes

Farmacêutica
Rita Moras

Dietista
Isabel Pereira

Horário de Funcionamento

  • Internamento permanente
  • Visitas dentro do horário regulamentado para o Hospital
  • Informações presenciais durante o período de visita

Contatos

Carteira de Serviços – Assistência no Internamento

  • Consulta interna a doentes internados
  • Apoio permanente ao serviço de Urgência

Consultas Médicas Diferenciadas

  • Consulta de Estoma/ Cirurgia
  • Consulta de Coloproctologia Cirúrgica
  • Consulta da Tiróide
  • Consulta de Patologia Vascular Periférica
  • Consulta de Úlcera de Perna
  • Consulta de Telemedicina

Consulta de Enfermagem Diferenciada

  • Consulta de Estomaterapia

Estrutura Física

  • Unidade de internamento – Piso 4
  • 28 camas
  • 2 quartos com 6 camas
  • 5 quartos com 3 camas
  • Sala de Tratamento a Feridas
  • Sala de Medicação
  • Salas de Apoio Técnico
  • Gabinete de Enfermagem
  • Gabinete da Direção do Serviço
  • Gabinete do Enfermeiro Gestor

Consulta de Estomaterapia

A Estomaterapia é uma área diferenciada de cuidados que acompanha a pessoa com ostomia e a sua família.

Na consulta de estomaterapia, centramos a nossa intervenção na pessoa e na sua capacidade de aceitar e aprender a viver com uma ostomia através de um acompanhamento global diferenciado, disponibilizando à pessoa com ostomia e família respostas adequadas à sua condição.

Perante o elevado número de pessoas com ostomia e a falta de continuidade assistencial após a alta hospitalar, sabendo que a presença de um estoma causa grande impacto na qualidade de vida da pessoa e família, foi criada a consulta de estomaterapia.

Esta consulta teve início em maio de 2016 no serviço de cirurgia, constituída por uma equipa multidisciplinar que acompanha a pessoa com ostomia e suas famílias.

É uma consulta realizada semanalmente, às terças-feiras, com o horário compreendido das 8 às 16 horas, no serviço de Cirurgia Geral, 4º piso do HAL-ULSCB. Tem critérios de referenciação definidos, com o objetivo de oferecer uma intervenção diferenciada à pessoa com ostomia, da área de influência da ULSCB, desde o pré-operatório.

Tendo como referência as normas nº 011/2016, nº 012/2016, nº 014/2016 e nº 015/2016 de 28/10/2016 da DGS, que regulam as Indicações Clínicas e Intervenção nas ostomias de eliminação intestinal e urinária, ostomias respiratórias e ostomias de alimentação em Idade Pediátrica e no Adulto, a consulta tem como principal objetivo implementar orientações sistematizadas direcionadas para a pessoa com ostomia e família, melhorando a qualidade em saúde.

A consulta de enfermagem de estomaterapia está sob a responsabilidade da Sra. Enfermeira Ana Monteiro, com a colaboração das Sras. Enfermeiras Lúcia Inês e Ana Isabel Paulo e a consulta de Estoma/Cirurgia sob a responsabilidade da Sra. Dra. Gina Melo, com a colaboração da Sra. Dra. Vanessa Bettencourt.

Poderão ser referenciados todos os doentes com ostomia que recorram aos serviços de saúde da ULSCB ou que se encontrem institucionalizados em redes de cuidados continuados, lares ou centros de apoio na área de abrangência da ULSCB, ou que, por decisão própria recorram a esta consulta.

Contatos:

Consulta de Coloproctologia Cirúrgica 
A Consulta de Coloproctologia Cirúrgica está a ser realizada no Serviço de Cirurgia Geral do Hospital Amato Lusitano, e tem como finalidade concentrar a patologia de coloproctologia que possa ter indicação cirúrgica e deva ser orientada por um especialista dedicado.
Desta maneira e com cirurgiões dedicados, pretende-se melhorar a orientação diagnóstica e terapêutica destes doentes, mediante a realização de exames complementares de diagnóstico na própria consulta, ou exames orientados para cada patologia, assim como novas técnicas cirúrgicas utilizadas em centros de referência.
Permitirá também uma melhor cooperação entre especialidades, especialmente com Gastrenterologia e Fisiatria, para obter uma maior satisfação para o doente e a equipa que o trata.

  • Fissura anal recorrente ou com falência do tratamento médico
  • Hemorróidas com indicação cirúrgica
  • Fístula perianal
  • Sinus pilonidalis
  • Patologia do pavimento pélvico, especialmente do segmento posterior (rectocelo)
  • Tumores benignos ou malignos colo-rectais
  • Pólipos do cólon e reto não passiveis de ressecção endoscópica
  • Complicações da Doença inflamatória intestinal
  • Complicações dos estomas

Responsáveis da Consulta
Dr. Horácio Perez e Dr. Rui Rainho

Horários:
3ªs feiras das 13h – 16h / 4º piso – Cirurgia Geral

Contactos:
Email: hdperez2009@gmail.com

Serviço de Consulta Externa

O Serviço de Consulta Externa localiza-se no Ambulatório I do Hospital Amato Lusitano em Castelo Branco.

Este Serviço dispõe de uma área administrativa na entrada, onde poderá proceder à marcação, confirmação e trâmites administrativos do seu processo. Dispõe ainda de vários gabinetes de consultas, áreas de tratamento médico-cirúrgico, e uma área de diagnóstico (audiologia).

Com a equipa de enfermagem da Consulta Externa poderá usufruir de uma consulta de enfermagem seguindo os critérios de referenciação, bem como participar nas ações de formação realizadas por colaboradores especializados (Projeto Mamãs Informadas e Projeto Prevenção no Feminino). Esta equipa colabora também com o Serviço de Imagiologia nas punções venosas periféricas sempre que solicitada.

Equipa – Enfª Chefe – Madalena Basílio

Enfermeiras Especialistas:

  • Teresa Serejo – Especialista Saúde Infantil e Pediátrica
  • Luísa de Deus – Especialista Saúde Materna e Obstétrica
  • Alexandra Rodrigues – Especialista Saúde Comunitária

Enfermeiras:

  • Maria Jesus Dias
  • Fernanda Romão
  • Mavilde Gonçalves
  • Aline Rodrigues
  • Manuela Nabais
  • Otília Courela
  • Ana Figueira

Assistentes Operacionais

  • Gracinda Ribeiro
  • Maria Santos
  • Fátima Roque

Horário de Funcionamento

De segunda-feira a sexta-feira:

  • Área administrativa: 8h – 18.30h
  • Consultas Médicas: 8h – 18h
  • Área de Enfermagem: 8h – 18h (com exceção das 6ªs feiras 8h – 16h)

Contactos

  • Geral272 000 272
  • Consulta Externa272 000 333
  • Enfermagem931 859 050

Serviço de Dermatologia

Diretor

Dr. Francisco Saraiva Gil

Contactos

Email : dermatologia@ulscb.min-saude.pt

 

 

Serviço de Doentes Agudos Via Verde (SDAV)

O Serviço de Agudos e Vias Verdes encontra-se incorporado no serviço de Urgência e acolhe os utentes de todas as valências cujo internamento se considere indicado.

Informações de acolhimento:

  • Os seus objetos pessoais não poderão estar consigo, pois não poderemos garantir  a sua proteção.
  • A visita e o acompanhante da sua família e amigos é muito importante para o seu bem-estar.

Pode ter 3 visitas, em cada regime de horário, só podendo permanecer 1 pessoa de cada vez junto de si.

O horário das visitas é das 14h30 às 14h45 e das 19hoo às 19h15, diariamente.

As visitas não devem:

  • Insistir para visitar o doente quando o horário assim o impede;
  • Falar em voz alta, para não perturbar os doentes;
  • Entrar em zonas de acesso reservado ao pessoal hospitalar;
  • Fumar, comer ou beber no serviço;
  • Mexer nos dispositivos clínicos e/ou processos dos utentes;
  • Sentar-se na cama/cadeirão reservado aos doentes;
  • Trazer alimentos, bebidas ou bens para o doente, exceto se por indicação da equipa de saúde;
  • Utilizar telemóveis, ou outros dispositivos eletrónicos;
  • Visitar os doentes acompanhamento por crianças com menos de 12 anos, pois pode ser prejudicial à saúde da própria criança.
Responsável – Dr. João António Pinheiro Dias Freixo
Adjunto – Dr. Paulo Costa
Enfermeira Responsável – Enf. Lucília Bento

Serviço de Endocrinologia

Diretora – Cátia Margarida Dias Ferrinho

Contatos – Tef. 272 000 333 (C.Externa)

Patologias que podem ser referenciadas a Consulta de Endocrinologia
  • Hipertiroidismo
  • Tiroidite subaguda; tiroidite crónica com disfunção tiroideia
  • Nódulo(s) da tiroide (≥ 1cm e/ou características ecográficas suspeitas)
  • Diabetes mellitus
  • Hipoparatiroidismo
  • Hiperparatiroidismo
  • Insuficiência adrenocortical primária
  • Incidentaloma da supra-renal
  • Hiperaldosteronismo primário
  • Hipercortisolismo
  • Feocromocitoma
  • Hipogonadismo
  • Hirsutismo
  • Incidentaloma hipofisário (que não tenham sido alvo de estudo/diagnóstico prévio)

Serviço de Estomatologia

Diretora

Dra. Ana Carla Morais Rogado Serra

Contactos

Email: estomatologia@ulscb.min-saude.pt

Serviço de Gastrenterologia

EQUIPA
Diretor do Serviço: Dr. António José Duarte Banhudo
Chefe de Enfermagem: Enf. João Carlos Nunes

Médicos Assistentes Graduados
Dr. Rui  Martins de Sousa
Dr. José Tristan
Dr.ª Ana Caldeira

Médicos Assistentes
Dr. João Pinto

Médicos Internos da Especialidade
Dra. Diana Ramos
Dra. Joana Pereira
Dra. Inês Pestana
Dra. Marisa Linhares
Dr. Marco Pereira

Enfermeiros do Internamento
Enfª Fátima Roque
Enfª Fátima Santos
Enfª Helena Santos
Enfª Feliciana Marta
Enf. Vítor Pintassilgo
Enfª Anabela Gonçalves
Enfª Otília Carvalho
Enfª Idalina Ivo
Enfª Otília Caniça
Enfª Elisa Vaz
Enfª Isabel Lopes
Enf. Paulo Santos
Enf. Teresa Garcia

Enfermeiros da Unidade de Técnicas
Enf. Diamantino Grilo
Enf.ª Graça António
Enf.ª Sara Roque
Enf.ª Teresa Nunes
Enf.ª Cristina Nunes
Enf.º Rui Leitão
Enf.ª Wanda Oliveira

Secretariado Administrativo
Alexandre Rodrigues

Assistente Social Dr.º António Vicente

Dietistas

Dra. Isabel Pereira
Dra. Ana Rita Fernandes

HORÁRIO FUNCIONAMENTO
Unidade de Técnicas: das 8:30h às 17 horas para marcações
Técnicas programadas: das 8:30h – 15 horas
Técnicas urgentes: 24 horas /dia

Unidade de Internamento
Visitas dentro do horário regulamentado para o Hospital.
Informações Médicas: das 12.30h – 13.30 horas
Informações Gerais a partir das 11.00 horas

Consultas
Distribuídas pelo período da manhã 2ªs e 6ªs e tarde 3ªs 4ªs 5ªs feiras

Contactos
Unidade de Técnicas: 272 000 133
Unidade de Internamento: 272 000 131
Fax: 272 000 199
Email gastro@ulscb.min-saude.pt e gastro.exames@ulscb.min-saude.pt

CARTEIRA DE SERVIÇOS

  • Consultas
  • Gastrenterologia
  • Hepatologia
  • Doença Inflamatória Intestinal
  • Proctologia
  • Técnicas de Diagnóstico
  • Endoscopia digestiva alta
  • Colonoscopia
  • Rectosigmoidoscopia flexível
  • Videocápsula
  • Ecografia abdominal e endoanal /endorectal
  • Ecoendoscopia
  • Biopsias
  • Punções
  • Técnicas de Terapêutica
  • Colangiopancreatografia retrógrada endoscópica (diagnóstico e terapêutica)
  • Esfincterotomia endoscópica
  • Extração de cálculos
  • Dilatação de estenoses biliares
  • Colocação de próteses biliares e pancreáticas
  • Drenagens orientadas por ecografia ou ecoendoscopia
  • Polipectomia
  • Mucosectomia
  • Extração de corpos estranhos
  • Colocação de Clipes e Endoloops
  • Tatuagem
  • Argon
  • Laser
  • Tratamento de lesões não varicosas
  • Laqueação e esclerose de varizes esofágicas
  • Colocação de próteses no tubo digestivo
  • Dilatação de estenoses no tubo digestivo
  • Colocação de gastrostomia percutânea
  • Colocação de sondas naso-jejunais
  • Injeção de toxina botulínica
  • Dilatação pneumática
  • Laqueação de hemorróidas
  • Tratamento de fissuras anais

ESTRUTURA DE FÍSICA

Unidade de Internamento – piso 2

  • 12 camas,
  • 4 salas com 2 camas /cada,
  • 1 quarto isolado com 1 cama
  • 1 sala com 3 camas
  • Salas de apoio
  • Gabinete de Enfermagem
  • Gabinete da Direção do Serviço e de Chefia de Enfermagem
  • Biblioteca / sala de Reuniões
  • Unidade de Técnicas – piso 2
  • Sala de Endoscopia 1
  • Sala de Endoscopia 2
  • Sala de Ecoendoscopia / Técnicas de diagnóstico e intervenção em ecografia
  • Sala de Ecografia e Proctologia
  • Sala de desinfeção e reprocessamento de equipamentos
  • Sala de Recobro
  • Sala de Relatórios
  • Sala de Espera
  • Sala do Secretariado Administrativo
  • Salas de apoio.
  • Unidade de Litotricia – Serviço de Urologia – piso 0
  • Utilizada para Técnicas que necessitam de fluoroscopia

Consulta Externa Geral – Piso 3

DESCRIÇÃO DO SERVIÇO

O Serviço de Gastrenterologia foi fundado em 1984, ocupando as instalações que estavam destinadas a um Serviço de Doenças Infecto-Contagiosas, no piso 2 do então designado como Hospital Distrital de Castelo Branco, sendo que o espaço foi adaptado para incorporar uma pequena Unidade de Técnicas de Endoscopia e uma Unidade de Internamento com 14 camas. O primeiro Especialista e Diretor do Serviço foi o Dr. João Castelo Branco Silveira que foi o responsável pelo arranque do projeto. A  formação de Médicos Especialistas em Gastrenterologia foi identificada desde o início como indispensável para o crescimento e dinamização do Serviço e assim, obtido o reconhecimento da Idoneidade e Capacidade Formativa pela Ordem dos Médicos o primeiro Interno da Especialidade iniciou funções em Outubro de 1985. Esta atividade formativa veio a revelar-se como pedra basilar e assim, até 2014, concluíram a sua formação em Gastrenterologia, neste Serviço, 12 especialistas (destes 5 integram o quadro médico) e estão em fase de formação 4.

A partir de 1998 o Serviço foi dirigido pelo Dr. António Duarte Banhudo que mantém as funções até hoje.

Foram efetuadas várias remodelações na estrutura física procurando adaptar o Serviço às necessidades de evolução técnica crescente e da procura ampliando o espaço destinado à Unidade de Técnicas de Gastrenterologia.

Em 2009 foi criada a Unidade Local de Saúde de Castelo Branco que integrou o Hospital Amato Lusitano com os Centros de Saúde de Castelo Branco, Vila Velha de Ródão, Idanha-a-Nova, Penamacor, Sertã, Proença-a-Nova, Oleiros, Vila de Rei.

A diferenciação técnica do Serviço tem justificado a procura de colaboração por outras Unidades Hospitalares no âmbito, principalmente, da ecoendoscopia, endoscopia bilio-pancreática, colocação de próteses e videocápsula (ULS da Guarda, C. H. Cova da Beira, ULS do Norte Alentejano, C.H. Médio Tejo, C.H. Leiria – Pombal).

Em 2006 foi obtida  a Certificação de Qualidade pela norma ISO 9011:2008, sendo o primeiro Serviço de Gastrenterologia Português a consegui-lo após período de elaboração interno do Sistema de Gestão da Qualidade, a necessidade de adesão foi percepcionada pela Direção do Serviço, apoiada pelo Conselho de Administração e constituiu um marco assinalável. Em 2013 o Conselho de Administração da ULS de Castelo Branco optou por iniciar processo de Acreditação, no âmbito da Direção Geral de Saúde e o Serviço diligenciou a migração para este sistema, atualmente encontra-se já acreditado pelo modelo ACSA.

O Serviço está integrado na rede de ensino da Faculdade de Ciências da Saúde da Universidade da Beira Interior participando no programa de formação do 4º Ano – Clínica Médica e  Cirúrgica I / Bloco Digestivo durante 5 períodos de 5 semanas por ano letivo, com 1 Professor e  4 Assistentes convidados.

Documentos disponíveis

Serviço de Hospital Dia

Serviço de Imagiologia

Responsável

Dra. Maria Eugénia Monteiro André

Técnico Coordenador

Raul Manuel Salavessa Fontes

Contatos

Serviço de Imunoalergologia

Responsável do Serviço

  • Dr. Carlos Lozoya

Médicos Especialistas

  • Dr. Carlos Lozoya
  • Drª. Fernanda Marcelo

Elementos de Enfermagem

Edifício de Ambulatório (2 elementos diários, 1 no Hospital de Dia e 1 na Consulta de Pediatria, de distribuição rotativa)

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO

Consulta Externa

De Segunda-feira até Sexta-Feira no horário da manhã e terça-feira à tarde, com a seguinte distribuição:

  • Adultos: Quarta-feira (tarde) e Quinta-feira e Sexta-feira (manhã): Assistência a adultos maiores de 18 anos com patologias de foro alérgico suspeito ou confirmado
  • Crianças (até 18 anos): Terça-feira de manhã (Consulta de Pediatria/Alergologia), em equipa com a Médica Especialista em Pediatria

Hospital de Dia

Quarta-feira e Quinta-feira em horário de manhã e tarde (situado na própria Consulta Externa, distante apenas a 5 metros dos gabinetes das consultas e com fácil acesso ao Serviço de Urgência), onde é prestado apoio por um núcleo de 10 enfermeiras em rotação, com formação básica em técnicas de imunoalergologia e enfermagem de urgência/emergência.

Contacto

  • 272 000 272

Emails:

  • clozoya@ulscb.min-saude.pt
  • clozoya@fcsaude.ubi.pt

Informações gerais através do blogue: tenhoalergia@blogspot.com

Outras informações de interesse (boletim plíclinico) – www.rpaerobiologia.com

CARTEIRA DE SERVIÇOS

Consulta Externa

  • Abordagem de patologias do foro alérgico: rinite alérgica, conjuntivite, asma brônquica, dermatites atópica e de contacto (eczemas), urticária alérgica, angioedema hereditário, alergia a alimentos e medicamentos, patologias alérgicas ocupacionais, alergia ao veneno de himenópteros, esofagite/gastrite eosinofílica.
  • Educação dos doentes, no âmbito das patologias e terapêuticas de Imunoalergologia, particularmente no que diz respeito às técnicas de uso de inaladores para asma brônquica.
  • Realização dos testes cutâneos de alergia (por picada e intradérmicos).

Hospital de Dia

  • Administração de extratos para imunoterapia específica (“vacinas” anti-alérgicas).
  • Administração de extratos para imunoterapia específica no caso de alergia ao veneno de himenópteros (pautas de início tradicionais e “rush”).
  • Administração de anticorpos anti-lgE, em casos de doentes com asma brônquica grave e urticária crónica grave.
  • Realização de provas de provocação aberta, singularmente ou duplamente cegas, com alimentos e medicamentos.

ESTRUTURA FÍSICA

Para os procedimentos referidos, estão disponíveis, conforme a necessidade, 4 cadeirões e uma maca. Da mesma maneira conta com um carro de emergências devidamente equipado e regularmente revisto.

  • Apoio aos pisos de internamento nos diferentes Serviços do Hospital (incluindo o Serviço de Urgência) e aos diferentes Centros de Saúde quando solicitado.
  • Enfermaria:não dispõe de camas próprias, pelo que em certos casos em que os procedimentos a realizar precisarem de internamento do doente (dessensibilização  a medicamentos, provocações alimentares ou medicamentosas de alto risco ou biopsias cutâneas) dispõe de camas cedidas por outros serviços, nomeadamente Pediatria, Medicina Interna, Pneumologia, Cirurgia ou UCIP.
  • Colaboração com a Rede Portuguesa de Aerobiologia (RPA), realizando a manutenção semanal do colector polínico situado no telhado do HAL.
  • Troca de informações com os doentes e público em geral através do blogue: www.tenhoalergia.blogspot.com.
  • Brevemente terá começo a atividade de grupos de auto-ajuda com doentes com alergia alimentar.

Consulta Externa do HAL: Consultas e Hospital de Dia

DESCRIÇÃO DO SERVIÇO

A prevalência de doenças alérgicas tem vindo a aumentar, de forma consistente, por todo o mundo. Estudos prévios mostram que a prevalência deste tipo de doenças é elevada no Distrito de Castelo Branco. Levando em linha de conta os cerca de 369.000 habitantes do nosso distrito (110.000 habitantes) e considerando um valor de prevalência de global de doenças alérgicas (cerca de 20%), poder-se-á esperar que cerca de 22.000 habitantes sofram de patologias alérgicas.

Com a intenção de dar atendimento médico aos habitantes da área de influência da ULSCB, foi criada em 2000 a Consulta de Imunoalergologia, englobada no Serviço de Pneumologia do Hospital Amato Lusitano, contando desde aquela altura com a atividade de um Médico Especialista na área. Desde setembro de 2003, a consulta passou a ser denominada Unidade de Imunoalergologia. Encontra-se englobada fisicamente dentro das Consultas Externas do HAL e consta de um Médico Especialista em Imunoalergologia (Dr. Carlos Lozoya Ibáñez), em funções desde aquela altura, além dos elementos de Enfermagem pertencentes também à Consulta Externa.

A Unidade de Imunoalergologia é o centro de referência para os doentes com patologias do foro alergológico da área de influência da ULSCB.

A Unidade está integrada na rede de ensino do Mestrado Integrado em Medicina da Faculdade de Ciências da Saúde da Universidade da Beira Interior participando desde o ano letivo 2003/2004 no programa de formação do 2º e 5º ano (Módulo “Corpo Humano II”, Bloco de Sangue e Sistema Imunitário e Módulo “Estágio Clínico”, Curso Opcional de Imunoalergologia).

Serviço de Imunohemoterapia

Responsável:

Dra. Maria Eugénia Monteiro André

Serviço de Medicina do Trabalho

Serviço de Medicina Física e Reabilitação

Diretora

Dra. Guida Maria Duarte Vicente Barata

Contactos

Email : mfr@ulscb.min-saude.pt

Serviço de Medicina Interna

Diretora
  • Dra. Maria Eugénia Monteiro André – Assistente Hospitalar Graduada Sénior de Medicina Interna
Vogais
  • Enf. Carlos Manuel Rosa Almeida – Enfermeiro Gestor – Especialista Enfermagem Médico-Cirúrgica
  • Dra. Sara Gaspar – Técnica Superior
Contactos

Ex.: 2411/2519/2230/2231/7555 e

Horário de Visitas

Todo o doente internado tem direito a ser acompanhado por um familiar ou referente direto, entre as 12 horas e as  20 horas. No caso do doente internado na UAVC’S e, por motivos clínicos, não se aplica este direito. A permanência dos familiares deve ser estimulada para que seja possível o estabelecimento de vínculos afetivos entre eles. Também é estimulada a visita em horário de visitas, das 14h30m às 17 horas e das 19 às 20 horas.

Horário Transmissão de Informação Clínica: Dias úteis – 12h às 13h

Organização e funcionamento

Presta cuidados de saúde de forma integral a pessoas com:

  • Pluripatologia
  • Sintomatologia de origem desconhecida
  • Doenças sistémicas ou com manifestações em diversos órgãos
  • Doenças relativas a especialidades médicas que ainda não estão estabelecidas legislativamente, por exemplo: Acidentes Vasculares Cerebrais, Fatores de Risco Cardiovascular, Geriatria, Paliativos, Doenças Infecciosas e Doenças Auto-imunes. Por isso, muitas vezes necessita de colaboração técnica e profissional de especialidades e profissionais concretos.

Os doentes atendidos na Consulta Externa são seguidos pelos médicos do serviço de internamento. Não há lista de espera para consultas superior ao contrato programa da ULSCB, EPE.

No internamento são mais frequentes os cuidados a doentes geriátricos e/ou pluripatológicos e Acidentes Vasculares Cerebrais, procedentes geralmente do serviço de Urgências, mas também para estudo de doentes procedentes da Consulta Externa e específicos de cada uma das Unidades de Hospital Dia (Unidade de Administração de Citostáticos e Unidade de Saúde de Diabetologia).

A elaboração de protocolos, estudados e revistos periodicamente e a habitual assistência massiva de médicos e enfermeiros às sessões clínicas, têm contribuído para conseguir um método de trabalho uniforme, respeitando a idiossincrasia de cada profissional. É de extrema importância o método baseado na decisiva transcendência da história clínica, exame físico, juízo diagnóstico, lista de problemas e exames complementares razoáveis e de menor agressividade e custo.

Recursos Humanos

Assistentes Hospitalares graduados seniores de Medicina Interna

  • Dr. João Freixo

Assistentes Hospitalares graduados de Medicina Interna

  • Dra. Rita Resende

Assistentes Hospitalares de Medicina Interna

  • Dr. Manuel Carvalho
  • Dra. Maria Eufémia Calmeiro
  • Dra. Raquel David
  • Dr. Alexandre Louro
  • Dra. Paula Paiva
  • Dra. Sara Sintra
  • Dra. Paulina Mariano
  • Dr. Rui Isidoro

Especialistas Hospitalares de Medicina Interna

  • Dra. Isabel Maria Cardoso Antunes

Internos de Especialidade de Medicina Interna

  • Dra. Beatriz Ribeiro
  • Dra. Catarina Forra
  • Dra. Diana Brites
  • Dra. Fábia Cruz
  • Dra. Filipa Leitão
  • Dr. Guilherme Salavisa
  • Dra.  Joana Carvalho
  • Dra. Marina Pereira
  • Dra. Mafalda Ferreira
  • Dra. Olga Guene
  • Dra. Soraia Silva
  • Dr. Rui Parente

Enfermeiros Especialistas

  • Ana Sofia Levita Antunes
  • Andreia Lopes Domingues
  • Carlos Alberto Oliveira Gonçalves
  • Cláudia Filipa Lopes Simão Barroso Monteiro
  • Gisela Carla Dias Martins
  • Helena Isabel Henriques Botelho Domingues
  • Hugo Miguel Ribeiro Caldeira
  • Joana Nunes Franco Grilo
  • João Pedro Figueiredo Domingues
  • Leonel Martins Grencho
  • Soraia Helena Cardoso Tavares Campos

Enfermeiros

  • Alexandre Miguel Paralta
  • Ana Catarina Ferreira
  • Ana Catarina Marques
  • Ana Cristina Taborda
  • Ana Luísa Roseiro
  • Ana Mónica Lourenço
  • Ana Raquel Romano
  • Ana Rita Matos
  • Anabela Castilho Campos
  • Andreia Filipa Victor
  • Carlos Manuel Almeida
  • Cármen Luísa Martins
  • Catarina Alexandra Rodrigues
  • Catarina Almeida Nunes
  • Catarina Louro Coelho
  • Cátia Simão Martins
  • Cláudia Silva Nunes
  • Cláudia Patrícia Monteiro
  • Daniela Filipa Gonçalves
  • Débora Gonçalves Costas
  • Filipe António Nunes
  • Florbela Maria Vicente
  • Gina Maria Páscoa
  • Joana Batista Sousa
  • Joana Lança Manteigas
  • João José Martins
  • Lucília Maria Ramos
  • Lurdes Catarina Ramalho
  • Marco António Rodrigues
  • Marília Antunes Pereira
  • Marta  Fazenda Luís
  • Raquel Catarina Cavalheiro
  • Ricardo Ventura Barroso
  • Rui Filipe Alves
  • Sílvia Maria Rato
  • Sílvia Maria Gomes
  • Susana Margarida Leitão
  • Susana Margarida Tomás Santo
  • Tânia Filipa Geraldes
  • Teresa Sofia Laranjo
  • Tiago José Almeida
  • Tiago Miguel Lopes
  • Vânia Carina Vaz

Assistentes Operacionais

  • Ana Cristina Augusto Almeida
  • Ana Isabel Caria Leitão
  • Ana Olinda Lourenço Marques dos Santos
  • Anabela Ferreira Pereira Toscano
  • Bruno Filipe Alves Amândio Pinto
  • Bruno Manuel Marques Rodrigues
  • Carla Alexandra da Silva Monteiro
  • Carminda Maria Jesus Sanches
  • Maria Conceição Martins
  • Maria Fátima Ramos dos Santos
  • Maria Lurdes Rodrigues Carrondo Galante
  • Maria Emília Domingos Teixeira
  • Maria Leonor Araújo Robalo Correia
  • Marlene do Almurtão Oliveira Antunes Coelho
  • Paula Maria Antunes Dias Machado
  • Paula Andreia Amaral Rebocho
  • Silvana Cristina Silvares da Mota
  • Sílvia José Ramos Carreiro
  • Susana Cristina Cruz Alves Ribeiro
  • Viviane Barbosa Cândido Dias

Assistentes Técnicos

  • Carina Matos
  • Irene Fonseca
  • Rodrigo Gonzalez
  • Ricardo Caio

Estrutura e Recursos Técnicos do Serviço

Localiza-se no 7º PISO, do Hospital Amato Lusitano, ULSCB, EPE e, nele, estão a Unidade de Internamento de AVC’s ,Unidade Conforto, Unidade Conforto Diferenciados e Unidade de Conforto Especiais.

Estrutura e Recursos Características
Número de Camas 52 32 camas de cuidados agudos, 6 camas de cuidados de conforto e 10 na U AVC’s / 4 camas Cuidados Diferenciados / 3 camas Unidade conforto / 3 camas Cuidados Especiais.
Vestiários 03 Destinados ao fardamento (feminino, masculino e médicas) para entrar no serviço e guardar pertences. Possui cacifos para guardar roupas e pertences.
Unidade de AVC’s 01 Destinada a internamento de doentes com o diagnóstico clínico de AVC e com exame imagiológico concordante com a clínica.
São considerados prioritários os seguintes casos: – AVC hemorrágico;
– AVC isquémico;
– AITConta com equipamentos diversos (monitores multi-parametros, bombas e seringas de infusão, aspiradores, rede de gases, etc.).
Sala do Secretariado Clínico 01 Destinados ao trabalho administrativo do serviço, com computador.
Sala de lixos e roupa suja 02 Destinado a abrigar os sacos com roupas usadas e resíduos hospitalares, etc.
Sala de tratamentos 02 Destinada à realização de técnicas terapêuticas e diagnosticas invasivas.
Conta com armários para guardar materiais, medicamentos, soros e tem lavatórios.
Sala de preparação de

Terapêutica

02 Destinada à preparação de medicamentos, manipulação de soluções estéreis (por ex.: soros).
Conta com armários para guardar materiais, medicamentos e soros, lavatório e frigorífico.
Carro de Emergência 02 Para utilizar em caso de Emergência com desfibrilhador. Está na sala de tratamentos.
Sala de reunião da equipa de enfermagem 02 Espaço para estar e refletir continuidade da informação da equipa de Enfermagem. Conta com TV, sofá, cadeiras, mesa e computadores.
Sala de reunião da equipa médica 02 Espaço para a equipa de médica. Conta com cadeiras, mesas e computadores.
Sala de despejos 02 Destinado a abrigar urinóis e arrastadeiras desinfetadas, com máquina de lavagem e desinfeção de arrastadeiras e zona de despejos.
Sala da Direção Médica 01 Destinada ao trabalho administrativo da Diretora do serviço, com computador.
Sala da chefia de Enfermagem

Sala para Informações e Ensinos

02

 

01

Destinada ao trabalho administrativo do serviço de Enfermagem, com computador.

 

Com Mesa, cadeiras armários e TV

Outros recursos tecnológicos

 

Equipamentos como bombas e seringas de infusão venosa, oxímetros de pulso multi-parâmetros, aparelhos de sinais vitais, frigorífico, glucometros cutâneos e outros.

Carteira de Serviços

Unidade de Internamento de cuidados agudos

Critérios de admissão

  • Internamento de doentes adolescentes e adultos
  • Doentes pluripatológicos
  • Aparelho Cardiovascular
    • Insuficiência Cardíaca (IC) descompensada
    • Cardiopatia isquémica crónica
    • Arritmias tipo: Fibrilhação auricular (FA) com Resposta ventricular (RV) rápida, FA com RV lenta
    • Crise hipertensiva
  • Aparelho Respiratório
    • Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica (DPOC)
    • Broncoespasmo
    • Pneumonia adquirida na comunidade
    • Síndrome Febril relacionada com retenção e secreções
    • Infeções respiratórias víricas.
  • Endocrinologia
  • Aparelho Digestivo
    • Doença péptica
    • Hepatopatías descompensadas
    • Gastroenterite aguda com alteração do estado geral e equilíbrio hidroelectrolitico que necessite aporte intravenoso
  • Aparelho Urinário
    • Insuficiência renal crónica reagudizada
    • Insuficiência prerrenal aguda por desidratação
    • Pielonefrite aguda
  • Sistema Termoregulador
    • Síndrome Febril com foco conhecido e alteração do estado geral
    • Patologia relacionada com o calor
  • Miscelânea
    • Alterações hidroeletrolíticas
    • Intoxicações que não necessitem técnicas de suporte vital

Doentes para estudo

  • Quadro clínico de alteração do estado geral
  • Insuficiência cardíaca, de etiologia desconhecida
  • Síndrome Febril agudo sem foco claro
  • Estudo de Lesões ocupando Espaço, reveladas em imagiologia: Nódulos pulmonares/Lesões hepáticas ou cerebrais/Ocupação retroperitoneal/Mediastino
  • Síndrome confusional agudo
  • Alterações analíticas que requerem estudo e tratamento hospitalar: Hiponatremia, Hipercalcemia grave, Rabdomiolise…
  • Síndrome anémico, Pancitopenia
  • Estudo de derrame pleural

Unidade de Internamento de cuidados de conforto

Critérios de Admissão

  • Doentes em fase agónica;
  • Doentes portadores de doença oncológica em fase avançada;
  • Doentes com patologia respiratória, hepática, cardiovascular, cerebrovascular ou renal em fase avançada refractária a qualquer tratamento em que o plano de cuidados deverá incidir no controlo sintomático e apoio á família promovendo a melhor qualidade vida possível;
  • Doentes portadores de Demências com Agudização de sintomas

Unidade de internamento de AVC’s

Critérios de Admissão

  • Acidente isquémico ou hemorrágico com menos de 24 horas de evolução. Poderão ser admitidos doentes cujo inicio dos sintomas ocorreram há mais tempo no caso de instabilidade neurológica ou hemodinâmica.
  • Acidentes isquémicos transitórios (AIT) de repetição ou com risco elevado de recorrência (cardioembolismo e estenose carotídea)
  • Sem limite de idade.

Conta com a equipa de Medicina Física e de Reabilitação, apoio da Neurologia e da Terapeuta da Fala.

Consulta Externa de Medicina Interna

As consultas de Medicina Interna realizam-se no 3º piso, serviço de consulta externa geral do Hospital Amato Lusitano por todos os médicos do serviço a tempo parcial. O serviço de Medicina Interna presta consultas nas seguintes áreas:

  • Medicina Interna
  • Medicina Interna Urgente
  • Diabetologia
  • Desabituação Tabágica
  • Doenças Auto-Imunes
  • Doenças de Sangue
  • Patologia Respiratória
  • Pós AVC e fatores de Risco
  • Oncologia Médica
  • Hipocoagulação
  • Medicina / Insuficiência Cardíaca
  • Medicina / IHT
  • Medicina / PDCC
  • Medicina / Pós Covid-19

Nas consultas de Medicina Interna atendem-se doentes em primeiras consultas (procedentes de Cuidados de saúde primários ou referidos de consultas de Urgências ou outros Serviços hospitalares) e consultas subsequentes (altas do internamento, geralmente pluripatológicos, insuficiência cardíaca, análise dos resultados de exames auxiliares de diagnóstico para tomar decisões clínicas, etc.).

A Consulta de Medicina Interna tem protocolos assistenciais de patologias:

  • anemia
  • leucocitose
  • leucopenia
  • trombocitopenia
  • púrpura
  • eritema nodoso
  • adenopatias
  • deterioração do estado geral
  • edemas
  • estudo de doente com trombofilia
  • despistagem de doença sistémica
  • poliartralgias
  • síndromes febris
  • etc.

São utilizadas as orientações clínicas (NOC’s) das Sociedades Portuguesas de Medicina Interna (SPMI), Cardiologia (SEC) e Diabetologia (SPD), etc. para patologias comuns tais como:

  • diabetes mellitus
  • dislipidemia
  • hipertensão arterial
  • insuficiência cardíaca

Serviço de Nefrologia

Diretor do Serviço – Dr. Ernesto Rocha
Chefe de Enfermagem – Enf. Marta Macedo

Médicos Especialistas

  • Dr. Rui  Alves Filipe
  • Drª. Catarina Santos
  • Drª. Raquel Chorão
  • Drª. Joana Coutinho

Médicos Internos

  • Dr. João Grilo
  • Dra. Lígia Ribeiro

Enfermeiros Diálise Peritoneal

  • Enfª Raquel Bargão
  • Enf Samuel Mateus

Enfermeiros Hemodiálise/Internamento

  • Enf. André Rodrigues
  • Enf. André Ribeiro
  • Enf.ª Carolina Fernandes
  • Enf. Fernando Castela
  • Enf.ª Filipa Barata
  • Enf.ª Graça Boga
  • Enf.ª. Guilhermina Lucas
  • Enf.ª Idalina Antunes
  • Enf.ª Jéssica Barata
  • Enf.ª Joana Antunes
  • Enf.ª Micaela Almeida
  • Enf.ª Neuza Mendes
  • Enf.ª Paula Milheiro
  • Enf. Paulo Barreto
  • Enf.ª Raquel Gestosa
  • Enf. Tomé Rebelo

Secretariado Administrativo
Fátima Antunes
Paula Batista

Assistente Social – Dr. António Vicente

Dietista – Dr.ª Isabel Pereira

Assistentes Operacionais

  • Ana Rita
  • Clementina Correia
  • Clara Dias
  • Elsa Rodrigues
  • Paula Mesquita
  • Sandra Vieira
  • Sandra Crespo
  • Julieta Justo

Horário de Funcionamento
Unidade de Hemodiálise
8:30h às 24.00h

Unidade de Internamento
Visitas dentro do horário regulamentado para o Hospital.
Informações – 15 horas

Consultas
Distribuídas todos os dias

Contactos
Unidade de Internamento: 272 000 232
Fax: 272 000 269
Email: nefro@ulscb.min-saude.pt

Carteira de Serviços
Assistência no Internamento
Consulta interna a doentes internados
Apoio permanente ao Serviço de Urgência

Consultas médicas diferenciadas
Nefrologia
Hipertensão
Transplante Renal
Acessos Vasculares
Diálise Peritoneal

Consultas de enfermagem diferenciadas
Pré-diálise
Pós-transplante
Esclarecimento
Diálise Peritoneal
Ecografia Renal
Ecodoppler de Acessos Vasculares
Mapa
Colocação de cateteres venosos centrais para hemodiálise
Colocação e remoção de catéteres tunelizados para hemodiálise
Colocação e remoção de catéteres de diálise peritoneal
Biópsia Renal Percutânea
Plasmaferése
Técnicas Dialíticas
Hemofiltração
Hemodiálise convencional
Hemodiafiltração
Hemodiálise de alto fluxo
SLED
Hemodiafiltração veno-venosa contínua
Diálise Peritoneal Contínua de Ambulatório
Diálise Peritoneal Automática
Diálise Peritoneal Intermitente

Estrutura Física
Unidade de Internamento – piso 6 e piso 8
12 camas
2 salas com 2 camas cada
2 quartos isolados com 1 cama
6 quartos no piso 6
Salas de apoio
Gabinete de Enfermagem
Gabinete da Direção do Serviço e de Chefia de Enfermagem
Sala Reuniões
Unidade de Diálise Peritoneal

Sala de agudos
Realização de pensos e técnicas (Ecografia Renal, Doppler do Acesso, Biópsias Renais, Cateterização venosa com controlo ecoguiado)
Equipa com 1 posto e 1 tomada de água de reserva para a realização de hemodiálise em contexto de urgência

Unidade de Hemodiálise
3 salas de tratamento:
Sala para doentes seronegativos
Sala para doentes positivos para AgHBs
Sala para doentes agudos e realização de técnicas
Sala de tratamento de águas
Sala de espera
Armazém
Copa
Vestiários

Consulta Externa Geral – Piso 3

Consulta no piso 8
1 gabinete

DESCRIÇÃO DO SERVIÇO
O Serviço de Nefrologia foi criado em Março de 1992 e encontra-se instalado no 8º piso desde 1997; tem como fundador e Diretor de Serviço o Dr. Ernesto Rocha.

A procura constante de dinamizar o serviço e de procurar abranger a totalidade dos procedimentos específicos da especialidade, levou ao aumento progressivo dos seus recursos humanos e materiais. Em 1997 ocorreu a mudança da Unidade de Diálise e do Sector de Internamento para as atuais instalações (no 8º piso); em 2003 iniciou a atividade na área da Diálise Peritoneal, com instalações próprias para o efeito; em 2010 iniciou as Consultas de HTA e de Pós-Transplante, devidamente protocoladas e abriu o Hospital de Dia; em 2011 foram efetuadas obras para ampliação da Unidade de Diálise para 18 postos; em 2012 e em 2013 iniciou a colaboração com o Centro Hospitalar da Cova da Beira, EPE e Unidade Local de Saúde da Guarda, EPE, respetivamente, com a abertura de um período de consulta semanal.

Atualmente realiza a generalidade dos procedimentos do âmbito da especialidade, excetuando a área da transplantação renal.

De acordo com a Rede de Referenciação Hospitalar de Nefrologia, é o centro de referência para os doentes nefrológicos do distrito de Castelo Branco e da Guarda. Encontra-se articulado com dois centros de diálise convencionados (Covilhã e Guarda), que juntamente com a Unidade de Diálise da ULSCB EPE, apoiam cerca de 250 doentes hemodialisados.

A atividade científica tem aumentado, com um número crescente de estudos apresentados e publicados em diversas áreas, de participações em ensaios multicêntricos e com a colaboração prestada à Universidade da Beira Interior (desde 2003) e ao Instituto Politécnico de Castelo Branco. O Serviço organiza ainda sessões clínicas, em regra, com periodicidade semanal e nas quais os internos do Serviço ou convidados apresentam casos clínicos, revisões casuísticas ou temas teóricos.

Serviço de Neurologia

Diretora

Dra. Amélia Maria Mendes Carvalho Guilherme

Contactos

Email: neurologia@ulscb.min-saude.pt

Horário de Visitas

Visitas dentro do horário regulamentado para o Hospital

Serviço de Obstetrícia/Ginecologia

Diretor – Dr. Humberto Maurício Batista Tomé
Enfermeiro Chefe – Enf. Jorge Mendes
Contatos – Email: ginecologia@ulscb-min-saude.pt
Horário de Visitas – Visitas dentro do horário regulamentado para o Hospital – 5º piso

Informações

Durante a gravidez a família precisa de tomar muitas decisões. Uma das mais importantes é escolher o local onde o filho vai nascer. O local escolhido deve oferecer muita segurança para a mãe e bebé, desde o momento em que dão entrada até à alta.

A nossa Maternidade conta com profissionais especializados na área obstétrica e neonatal 24 horas por dia.

Conta com uma equipa multidisciplinar composta por obstetras, enfermeiros, na sua maioria especialistas em Obstetrícia, Pediatras, Anestesistas, Assistente Social, Administrativos, Psicólogo e Dietista.

1- O que deve trazer para a Maternidade

Para a mãe:

  • Camisas de manga curta e se possível abertas à frente;
  • Robe;
  • Cuecas de algodão ou descartáveis;
  • Soutien de amamentação;
  • Faixa abdominal;
  • Produtos de higiene;
  • Chinelos de quarto e de plástico;
  • Medicação de domicílio;
  • Sacos de plástico.

Para o bebé:

  • Conjuntos de roupa interior e exterior;
  • Gorro e botinhas;
  • Fraldas descartáveis;
  • Fraldas de pano;

Documentos:

  • Bilhete de identidade;
  • Cartão do grupo de sangue;
  • Boletim de Saúde da grávida;
  • Cartão de utente do SNS;
  • Análises, ecografias e todos os exames da gravidez.

Deixar preparado em casa:

  • Cadeira de transporte do recém-nascido;
  • Roupa e sapatos para a mãe.

O que não deve trazer para a maternidade:

  • Jóias;
  • Quantias avultadas de dinheiro.

2- Contate imediatamente a maternidade se durante a gravidez surgir:

  • Perda de sangue pela vagina;
  • Perda de líquido pela vagina;
  • Corrimento vaginal com comichão/ardor;
  • Dores abdominais;
  • Ausência ou diminuição dos movimentos ativos fetais;
  • Tensão arterial acima de 140/90 mm Hg;
  • Dores de cabeça persistentes;
  • Alterações da visão;
  • Dores de estômago intensas e/ou vómitos;
  • Tremores e suores;
  • Arrepios ou febre;
  • Dor/ardor quando urina.

Telefone da Maternidade da ULS de Castelo Branco – Hospital Amato Lusitano: – 272 000 202

Folhetos Informativos

Serviço de Oftalmologia

Responsável – Dr. Sérgio Silva Brito
Contactos

Email: oftalmologia@ulscb.min-saude.pt

Horário de Visitas

Visitas dentro do horário regulamentado para o Hospital

6º piso

Serviço de Ortopedia

Director

Dr. João Jesus Henriques

Enfermeiro Responsável

Enf. Luís Miguel Dias Gonçalves

Contactos

Email: ortopedia@ulscb.min-saude.pt

Horário de Visitas

Visitas dentro do horário regulamentado para o Hospital

3º piso

Serviço de Otorrinolaringologia

Diretora

Dra. Natércia Martins Silvestre

Contactos

Email: otorrino@ulscb.min-saude.pt

Horário das Visitas

Visitas dentro do horário regulamentado para o Hospital

4º piso

Serviço de Patologia Clínica

Responsável – Dra. Sandra Catarina Ressurreição Paulo
Responsáveis de Áreas / Secções
  • Responsável de Imunoquímica – Dra. Sandra Paulo
  • Responsável de Biologia Molecular – Dra. Sandra Paulo
  • Responsável de Hematologia – Dr. Óscar Matos
  • Responsável de Microbiologia – Dr. Tiago Costa
Coordenadora dos TDT de Análises Clínicas e de Saúde Pública
  • Técnica Patrícia Cardoso Vaz Fernandes
Contatos

Serviço de Pediatria/Neonatologia

Diretora do Serviço Pediatria/UCERN/Consulta de Desenvolvimento
Drª Almerinda Fortes Alves Silva

Enfermeira Responsável
Enfª Celeste Afonso Silva Nunes

Médicas Especialistas

  • Drª Maria Conceição Pereira – Responsável pela Urgência
  • Drª Maria de Lurdes Vicente – Responsável pelo Centro de Desenvolvimento da Criança
  • Drª Maria Fernanda Marcelo – Responsável pelo Berçário e Consulta de Alergologia
  • Drª Ana Gabriela Almeida – Responsável pela Consulta Externa e Telemedicina Cardiológica
  • Drª Paula Silvestre – Responsável pela Enfermaria na Pediatria

Enfermeiras

  • Enfª Fátima Santos
  • Enfª Teresa Barata
  • Enfª Helena Moreira
  • Enfª Cláudia Roque
  • Enfª Ilda Aparício
  • Enfª Sílvia Lucas
  • Enfª Isabel Lino
  • Enfª Liliana Afonso
  • Enfª Adriana Adelino
  • Enfª Ana Gomes
  • Enfª Tatiana Franco
  • Enfª Joana Dias

Secretariado Administrativo
Ivete Martins

Educadora de Infância – Dra. Inês Barroso
Dietista – Dr.ª Isabel Pereira

Assistentes Operacionais

  • Maria Adélia Afonso
  • Maria Conceição Belo
  • Maria José Cabarrão
  • Arminda Marques
  • Maria Fátima Naves
  • Ema Nunes

HORÁRIO DE FUNCIONAMENTO

  • Horário regulamentado pelo Hospital para o Serviço de Pediatria.
  • As visitas decorrem exclusivamente no período das 14.30h às 16.30h. No período de internamento da criança fica acompanhada pelos pais/substituo informal. Apenas são permitidas mais duas pessoas no período das visitas de modo alternado.
  • Na UCERN, para além dos pais, são permitidas mais duas pessoas, (apenas avós, irmãos).
  • A admissão de uma criança numa unidade de internamento é fator de tensão emocional não só para a criança como também para os pais. A Humanização dos cuidados de saúde deve insistir na importância de atender às necessidades psicológicas da criança, valorizando a presença reconfortante dos pais/substituto informal. A qualidade dos cuidados deve ser contínua, humanizada e personalizada. o bem-estar físico, psíquico  e social deve constituir os referenciais permanentes da equipa multidisciplinar.
  • Durante o período de internamento a criança fica sob a responsabilidade de um Pediatra e diariamente e em cada turno é atribuído um enfermeiro.
  • As crianças são internadas através do Serviço de Urgência, Consulta Externa, Obstetrícia e Bloco Operatório.
  • À criança/pais/substituto informal, é dado o conhecimento das normas do serviço em linguagem apropriada, sendo um dos acompanhantes registado como responsável da criança, e a este são dadas informações relativas à situação clínica e tratamento a efetuar à mesma.
  • Não são dadas informações clínicas via telefónica.
  • As crianças são instaladas na enfermaria de acordo com a patologia apresentada e sempre que possível tendo em conta a idade da criança.
  • Ao lado de cada cama, existem armários e cadeirões reclináveis onde os pais/substituto informal, poderão repousar.
  • O serviço dispõe de roupa para criança, contudo poderão trazer a sua própria roupa e objetos pessoais.
  • As refeições das crianças hospitalizadas são servidas na sala de atividades/refeitório, desde que a situação clínica o permita.

Acompanhamento

  • Os pais/substituto informal, são incentivadas a participar nos cuidados ministrados à criança e acompanhá-la à realização de exames complementares de diagnóstico e ao Bloco Operatório (zona de receção).
  • Podem ainda permanecer conjuntamente com a criança no período das 8h às 20h e ser substituídos apenas por uma única pessoa. Entre as 20h e as 8h fica apenas um acompanhante.
  • Desde a admissão/acolhimento é fornecido aos pais um cartão de acompanhante devidamente identificado, para assim ser controlada a entrada e saída da instituição. Este cartão não é transmissível a nenhum outro familiar.
  • Um acompanhante desde  que permaneça junto da criança, tem direito às refeições (pequeno almoço, almoço e jantar), de forma gratuita no refeitório da instituição.

Contactos – Unidade de Internamento:
Pediatria – 272 000 210 / UCERN – 272 000 209
FAX – 272 000 257 (Hospital)
Email – pediatria@ulscb.min-saude.pt

CARTEIRA DE SERVIÇOS
O Serviço de Pediatria / UCERN – internamento
Destina-se ao internamento de crianças desde os 0 dias de vida até aos 17 anos e 364 dias segundo o despacho nº9871/2010.

Assim são assistidas neste serviço de internamento:

  • Recém nascido (RN), desde o nascimento até aos 28 dias na UCERN. (RN ou criança com necessidades de cuidados especializados/intensivos são transferidas para unidade central acompanhadas por INEM/pediátrico)
  • Crianças com necessidades de cirurgia geral, ortopedia, urologia e otorrino – (apenas são intervencionadas com idade superior a 7 anos – excecionalmente poderão ser intervencionadas crianças com idade >3 anos, dependendo do anestesista de serviço.
  • Crianças com as patologias:
    • Alergologia
    • Alterações de comportamento
    • Cardíaca
    • Crianças maltratadas
    • Distúrbios metabólicos
    • Gastroenterologica
    • Ginecologica
    • Infeto-contagiosa
    • Pneumologia
    • Problemas sociais
    • Reno-vesical

Hospital Dia – Serviço de Pediatria/UCERN
Realiza-se diariamente no serviço de Pediatria com sessões previamente agendadas pelo/a Pediatra.
Estas sessões abrangem várias intervenções como:

  • Administração de medicação, avaliação clínica/biometria, colheitas de espécimes para análise, exames diagnóstico médico, avaliação de sinais vitais, provas de tolerância alimentar e medicamentosa, vacinação extra plano vacinal vigente, algaliação, entubação naso/oro-gástrica, pensos e outros.

Consulta Externa (3º Piso)

  • Consultas de Pediatria geral de 2ª a 6ª feira, com o apoio de uma enfermeira do Serviço de Consulta Externa
  • Consulta de Desenvolvimento Infantil, que integra as seguintes valências:
    • Pediatria do desenvolvimento
    • Psicologia do desenvolvimento
    • Terapia da fala
    • Terapia ocupacional
    • Técnica de serviço social
    • Professora do ensino especial
    • Secretária clínica com atendimento de 2ª a 6ª feira das 8.30h – 16.30h
  • NHCJR (Núcleo Hospitalar de Apoio a Crianças e Jovens em Risco):
    • Pediatria
    • Psicóloga clínica
    • Assistente social
    • Enfermeira
  • Consulta de Alergologia
  • Consulta de Urologia
  • Consulta de telemedicina cardiológica pediátrica com apoio de cardiologista pediátrico do Hospital Pediátrico de Coimbra, às 2ª feiras das 14h – 17.30h

Serviço de Obstetrícia – Berçário (5º piso)
A equipa médica pediátrica apoia o berçário com visitas diárias aos RN, e todas as situações de urgência/emergência.
Serviço de Urgência (3º piso)
A equipa médica assiste diariamente o balcão de Pediatria, com o apoio de uma enfermeira.
Compete ao Pediatra assegurar as urgências internas no serviço de Pediatria, UCERN e Obstetrícia/berçário.

ESTRUTURA FÍSICA
Pediatria

  • 1 sala com 2 cama
  • 3 salas com 1 cama
  • 2 quartos isolados com 1 cama
  • 1 sala de reanimação
  • Salas de apoio
  • Gabinete de Enfermagem
  • Gabinete Médico
  • Sala de Computadores
  • Sala de atividades/refeitório para as crianças

UCERN

  • 2 salas incubadoras/berços
  • 1 sala de apoio médico/enfermagem

DESCRIÇÃO DO SERVIÇO
O Serviço de Pediatria e o Serviço de Prematuros foi oficialmente inaugurado a 1 de Maio de 1977, após publicação do quadro orgânico de pessoal.
Inicialmente situado no 6º piso do então designado Hospital Distrital de Castelo Branco, com o pediatra, Dr. Dias de Carvalho como Diretor do Serviço. Desde 2011 tem como Diretora de Serviço, a Drª Almerinda Silva.
Em 2009 foi criada a Unidade Local de Saúde de Castelo Branco que integra o Hospital Amato Lusitano com o Centros de Saúde de Castelo Branco, Vila Velha de Ródão, Idanha-a-Nova, Penamacor, Sertã, Proença-a-Nova, Oleiros e Vila de Rei.
O Serviço de Pediatria/UCERN – internamento, localizam-se na ala direita do 5º piso da ULS de Castelo Branco, com estruturas físicas distintos, sendo os recursos humanos únicos.

Serviço de Pneumologia

Diretor

Dr. Gonçalo Carvalho Salvado

Contactos

Email: pneumologia@ulscb.min-saude.pt

Horário de Visitas

Visitas dentro do horário regulamentado para o Hospital

6º piso

Serviço de Psicologia Clínica

COORDENAÇÃO – DRA. PATRÍCIA CARLA LUCAS GASPAR BERNARDO
CONTATOS – 272 000 272 – ext – 2400

Com a implementação de medidas definidas  no Despacho nº. 11347, de 2017-12-27 – DRE, no âmbito da organização e funcionamento da Psicologia Clínica e da Saúde no Serviço Nacional de Saúde e de acordo com o Conselho de Administração da ULSCB, o Serviço de Psicologia Clínica da Unidade Local de Saúde de Castelo Branco, tal como outros, foi dotado de autonomia funcional, técnica e científica.

A Psicologia Clínica tem como objetivo o estudo, a avaliação, o diagnóstico, a ajuda e o tratamento do sofrimento psíquico, seja qual for a causa subjacente.

COMPETÊNCIAS DO SERVIÇO DE PSICOLOGIA
É da competência do Serviço de Psicologia da ULSCB e são funções do psicólogo clínico:

  • Identificar prevenir e tratar problemas psicológicos nos indivíduos e nos grupos
  • A avaliação psicológica de indivíduos e elaboração de psicodiagnósticos;
  • A avaliação psicológica de grupos populacionais determinados, para fins de prevenção e tratamento;
  • Intervenção psicológica individual, conjugal, familiar e de grupos;
  • Avaliar  a qualidade e eficácia das intervenções adotadas;
  • Colaborar no desenvolvimento de metodologias de investigação na área da saúde e no aperfeiçoamento e criação de novos instrumentos de avaliação.
  • Avaliações para fins médico-legais.

Compete ainda ao Psicólogo clínico :

  • Integrado numa equipe multidisciplinar participar em reuniões de formação, clínicas e comunitárias;
  • Apoiar e dar resposta a todas as solicitações de diferentes especialidades médicas que existem na ULSCB.

Em termos de recursos humanos, atualmente, a Psicologia dispõe de uma equipa própria de 8 psicólogos e em termos hierárquicos, todos os psicólogos dependem da Coordenação, independentemente de onde exerçam a sua atividade e em última instância dependem da Direção Clínica e desenvolvem a sua atividade em articulação não só com os ACES, mas com os restantes serviços hospitalares e demais especialidades (médicas e não médicas), numa perspetiva de cuidados de saúde integrados.

PROFISSIONAIS:
No Serviço Psicologia (população utente adulta)

  • Dra. Patrícia Bernardo
  • Dra. Joana Carvalho
  • Dra. Raquel Guimarães

NA CONSULTA DE DESENVOLVIMENTO (população utente dos 0-18 anos)

  • Dra Cristina Santos
  • Dra Maria José Mira

NOS CUIDADOS DE SAÚDE PRIMÁRIOS (ciclo de vida)

  • ACES-BIS – Dr. Nuno Marques Mendes
  • ACES-PIS – Dra Cláudia Dias

NA EQUIPA COMUNITÁRIA DE SAÚDE MENTAL – ADULTOS

  • Liliana Vieira

Em termos de localização física o nosso Serviço divide espaço físico no mesmo bloco com o Serviço de Psiquiatria e esta estreita proximidade permite-nos vários projetos em comum e claro, a partilha de população-utente, nomeadamente, um trabalho de maior proximidade com o Internamento geral de Psiquiatria e o Hospital de Dia da mesma valência, onde apoio psicológico em setting diferente da consulta, a psicoeducação e os grupos terapêuticos diferenciados são atividades desenvolvidas.

ÁREAS DE INTERVENÇÃO

AMBULATÓRIO

  • Consultas de Psicologia Geral
  • Consultas de Psicologia de Ligação
  • Apoio Psicológico às consultas da Dor, Cuidados Paliativos (EIHCP), apoio ao Luto e da Diabetes.
  • Consulta de Saúde Mental no Trabalho

INTERNAMENTO

– Psicologia de Ligação – compete apoiar e dar resposta a todas as solicitações de diferentes especialidades médicas que existem na ULSCB.

OUTRAS ÁREAS DE INTERVENÇÃO

  • Núcleos de Apoio a Crianças e Jovens em Risco e Equipas de Prevenção da Violência no Adulto (hospitalar e dos CSP)
  • Plano de Prevenção da Violência no setor da Saúde (Pontos focais institucionais
  • Grupo de Apoio à Crise
  • Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (3 psicólogos representantes da saúde nas CPCJ de Castelo Branco, Proença-a-Nova e Idanha-a-Nova, V. V Rodão)
  • SNIPI
  • Consulta de Apoio Pais
  • Consultas Multidisciplinares da Disfunção Alimentar e da Adolescência.

Folhetos Informativos:

Serviço de Psiquiatria e Saúde Mental

Diretora

Dra. Maria Antónia Baptista Pinto Bandeira Mateus Zamora

Enfermeiro Responsável

Enf. André Jason Mendes

Contactos

Telef. 272 000 113
Email : psiquiatria@ulscb.min-saude.pt

Horário de Visitas:

Visitas dentro do horário regulamentado para o Hospital.

Serviço de Reumatologia

Responsável

Dr. Pedro Miguel Martins Azevedo Abreu

Contactos

Email: pabreu@ulscb.min-saude.pt

Serviço de Urgência

Responsável

Dr. João António Pinheiro Dias Freixo

Enfermeira Responsável

Enf. Lucília Bento

Contatos
  • Secretariado: 2180/2185
  • Gabinete de Informações: 2412
  • Gabinete de Enfermagem: 2184
  • Gabinete Médico: 2181

Serviço de Urgência Pediátrica

Médico Responsável: Dra. Almerinda Forte Alves Silva
Enfermeira em Funções de Gestão: Maria Jesus José Gil Fradique

A Urgência Pediátrica é entendida como todo e qualquer ato assistencial não programado.
Faz o atendimento a crianças e jovens até aos 17 anos e 364 dias independentemente da patologia apresentada que acedam ao Serviço por referência dos cuidados de saúde primários ou da linha Saúde 24, transportados pelo INEM, transferidos de outros hospitais ou por iniciativa própria.
Presta assistência em sala de Observações por período até 24h para avaliação, monitorização, vigilância, tratamento e estabilização do estado clínico até à alta ou transferência.
A Urgência Pediátrica funciona 24 horas por dia, todos os dias da semana, com cuidados integrados de pediatria, cirurgia, ortopedia, e apoio nas especialidades de otorrinolaringologia, Oftalmologia.

Carteira de serviços:
As crianças/jovens/família que recorrem ao Serviço de Urgência Pediátrica podem apresentar como patologias:

Patologia respiratória:

  • Dispneia
  • Asma
  • Croup
  • Dor torácica
  • Palpitações

Patologia urinária

  • Infeções urinárias
  • Cistites
  • Pielonefrites
  • Insuficiência renal
  • Torção testicular

Patologia gastrointestinal

  • Vómitos
  • Diarreia
  • Gastroenterite
  • Desidratação
  • Problemas na deglutição

Patologia metabólica

  • Diabetes
  • Doenças metabólicas

Sistema termorregulador

  • Febre com ou sem foco
  • Convulsões febris ou sem febre

Foro Ortopédico

  • Traumatismo dos membros
  • Fratura dos membros
  • Grandes traumatismos
  • Problemas de coluna

Foro cirúrgico

  • Grandes traumatismos cirúrgicos
  • Apendicites
  • Feridas cirúrgicas
  • Perfurações
  • Corpo estranho
  • Dor abdominal
  • Queimaduras
  • Traumatismo craniano
  • Quedas- Também pode precisar de apoio ortopedia
  • Infeções locais e abcessos
  • Mordeduras e picadas

Alterações do comportamento

  • Agressão
  • Depressão
  • Embriaguez
  • Alteração do estado de consciência

Outras patologias

  • Intoxicações
  • Alergias
  • Erupções cutâneas
  • Maus tratos
  • Preocupação dos pais com situações inespecíficas
  • Gravidez
  • Problemas faciais
  • Problemas oftalmológicos
  • Problemas estomatológicos
  • Problemas de ouvidos

Sempre que a criança/jovem apresenta patologia do foro cirúrgico ou ortopédico, o especialista da área desloca-se do serviço de urgência de adultos para observar a criança na urgência Pediátrica. Quando há necessidade de apoio da especialidade de oftalmologia e otorrinolaringologia, a criança desloca-se â consulta externa acompanhada pela Assistente Operacional para que seja observada.

Enfermeiros coordenadores de turno/equipa:
Na ausência da Enfermeira em Funções de Gestão a coordenação será assumida pelo Enfermeiro Especialista que estiver no turno. Se não houver especialista será pelo enfermeiro com mais experiência em Pediatria.

  • Fernanda Lopes
  • Sandra Roque
  • Regina Martins
  • Maria José Mendonça
  • Rosa Santos
  • Elda Riscado
  • Lurdes Soares
  • Joana Bernardino

Contatos: urgencia.pediatrica@ulscb.min-saude.pt

Serviço de Urologia

Responsável

Dr. Alberto Benjamim

 Enfermeiro Chefe

Enf. José Valdemar Silva Rodrigues

Médicos Especialistas
  • Dr. Alberto Luciano Benjamim
  • Dr. Henrique Igreja Dinis
Enfermeiros do Internamento
  • Enf.ª Eva Frade
  • Enf.ª Deolinda Antunes
  • Enf.ª Cristina Chaves
  • Enf.º Francisco Silva
  • Enf.ª Fátima Peres
  • Enf.º Fernando Isca
  • Enf.ª Conceição Ramos
  • Enf.ª Fátima Freire
  • Enf.ª Zélia Rosa
  • Enf.ª Lucinda Batista
  • Enf. Vitor Marafão
  • Enf. ª Sandra Aires
  • Enf.ª Ana Sofia Marques
  • Enf.ª Celina Oliveira
Assistentes Operacionais
  • Maria Carmo Fernandes
  • Maria Graça Ladeira
  • Sandra Bastos
  • Iria Galvão
  • Maria Isabel Gonçalves
  • Maria Lopes
Secretariado Administrativo

Fernanda Maria Paula Ventura

Assistente Social

Dr. António Vicente

Dietista

Dra. Ana Rita

Farmacêutica

Dra. Maria do Carmo

Contatos
  • Internamento: 272 000 244
  • Unidade de Litotrícia: 272 000 11
  • Email: urologia@ulscb.min-saude.pt
  • Email: urohal2011@gmail.com
  • Blog: http://enfermagemurologica.blogspot.com/
Horário de Funcionamento
  • Unidade de Técnicas – 4ª e 5ª feiras das 8h-16h
  • Técnicas Urgentes – 24h
  • Unidade de Litotrícia – 4ª feira das 8h-16h
  • Consultas: Urologia – de 4ª a 6ª feira  às 8h.30m
  • Oncologia Urológica – 5ª feira às 10h
  • Urolitíase – 4ª feira às 10h
  • Andrologia – 4ª feira às 14h
  • Hospital de Dia – 8-16h
  • Secretariado – 9h -17h.30’ – de 2ª a 6ª feira
  • Horário de Visitas – Visitas dentro do horário regulamentado para o hospital
Carteira de Serviços

Consultas: andrologia, oncologia urológica, urolitíase, urologia, enfermagem Urológica

Técnicas: biopsia vesical e transretal, colocação de cistocateter, colocação e extração de duplo j, ecografia pélvica e transretal, cistoscopia, extração de cálculos renais, extração de corpos estranhos, laqueação de hemorragias vesicais, nefrostomia, urofluxometria, Injeção intravesical de toxina botulínica.

Técnicas de Enfermagem Diferenciada: administração de acetato de leuprorrelina, ensinos no âmbito urológico, execução de pensos de ambulatório, prevenção de problemas urológicos, renovação de cistocateter.

Cirurgias: cavernosotomia, circuncisão, cistectomia radical, dilatação do uréter, fragmentação de cálculos, frenuloplastia, hidrocelectomia, implantação de uréter, nefrectomia radical e parcial, nesbit, nefrolitotomia percutânea, orquidectomia, penectomia, plastia da uretra, prostatectomia retro púbicas, prostatectomia radical, resseção transuretral vesical, resseção  transuretral da próstata, ureteropielotomia, ureterorenoscopia (diagnóstica ou terapêutica), ureteroscopia (diagnóstica e terapêutica), varicocelectomia.

Estrutura Física

Internamento – piso 8, ala poente 13 camas 5 quartos com 2 camas cada e wc completo 3 quartos com 1 cama cada e wc completo 1 sala de recuperação pós-cirúrgica para 2 camas 2 gabinetes clínicos 1 sala de enfermagem 1 sala de trabalho de enfermagem 1 sala de pensos 2 wc para os funcionários 1 sala de despejos 1 stock 2 vestiários 1 gabinete do Enfermeiro Chefe 1 gabinete de acolhimento de utentes e familiares/ consultas 1 gabinete administrativo 1 copa 1 refeitório/sala de estar

Técnicas – piso 8

1 sala de técnicas urológicas 1 wc para os utentes 1 arrecadação/ desinfeção de material

Unidade de Litotrícia – piso 1

  • 1 sala de controlo
  • 1 sala do litotritor
  • 3 wc para os utentes
  • 1 gabinete administrativo
  • 1 sala de espera
  • 1 vestiário para os utentes
  • 1 gabinete clínico
  • 1 vestiário para os profissionais
  • 1 wc para os profissionais
  • 1 sala de desinfeção
  • 1 sala de recobro com 3 camas
Patologias a referenciar à Consulta de Andrologia
  • Disfunção erétil
  • Esterilidade masculina
  • Hipogonadismo primário e secundário
  • Varicocelo
  • Ejaculação prematura
  • Falta de líbido
  • P/ vasectomia
  • Doenças sexualmente transmissíveis
  • Doença de Peyronie
Descrição do Serviço

O Serviço de Urologia iniciou a sua atividade em 1987, sendo o fundador o Sr. Dr. Armando Diniz . Atualmente o serviço é dirigido pelo Sr. Dr. João Fonseca. Em 1989 o serviço foi enriquecido com uma unidade de urodinâmica e em 2006 com uma unidade de litotrícia extracorpórea por ondas de choque.  Este serviço é o centro de referenciação para o utente urológico do distrito de Castelo Branco e Guarda. Presta também colaboração à Universidade da Beira Interior e ao Instituto Politécnico de Castelo Branco e Leiria.  Encontra-se instalado no 8º piso, lado direito, com a lotação de 13 camas distribuídas por 9 enfermarias.

Poster Disfunção Sexual

Folheto informativo – UROL-MOD.12.01 – Prevenção para recorrência de pedras nos rins

Unidade de Cuidados Intensivos Polivalente

Diretor do Serviço – Dr. João Manuel Ferreira Gabriel
Enfermeiro em funções de Gestão – Enf. Roberto Miguel Gonçalves Mendes

Médicos Especialistas

  • Dra. Nulita Lourenço
  • Dr. Paulo Costa

Enfermeiros com Especialidade

  • Enf. Fernando Micaelo
  • Enf. João Valente
  • Enf. Nelson Antunes
  • Enfª. Olinda Gonçalves
  • Enf. Rui Macedo
  • Enfª. Vânia Ramos

Enfermeiros

  • Enf. Alfredo Lourenço
  • Enfª. Amália Rossa
  • Enfª. Célia Caetano
  • Enf. Domingos Belo
  • Enfª. Elsa Lopes
  • Enfª. Eugénia Cabaço
  • Enfª. Eugénia Dias
  • Enf. Jaime Matos
  • Enf. João Sequeira
  • Enfª. Laura Pedro
  • Enfª. Manuela Moleiro
  • Enfª. Paula Martins
  • Enfª. Ricardina Coelho
  • Enfª. Sandrina Duarte

Secretariado Administrativo – Eloísa Luís

Assistentes Operacionais

  • Ana Ferreira
  • Celeste Afonso
  • Céu Dias
  • Fernanda Passarinho
  • Idalina Calmeiro
  • Rosa Santos
  • Sandra Crespo

HORÁRIO FUNCIONAMENTO

Secretariado Dias úteis das 9.00h às 16.00h

Horário de Visitas

  • Das 15.00h às 16.00h
  • Das 19.00h às 20.00h
  • Máximo 4 visitas por doente (um de cada vez)

Contactos

  • ULSCB: 272 000 272
  • UCIP: 272 000 262
  • Fax: 272 000 199
  • Email UCIP: ucip@ulscb.min-saude.pt
  • Email Diretor: jmfgabriel@gmail.com
  • Quaisquer informações pedidas por telefone serão dadas somente a um familiar de referência, preferencialmente entre as 11.00h e as 14.00h

Atividade Clínica

  • Internamento
    • Visita Médica diária aos doentes às 08.30
    • Atendimento de familiares dos doentes às 15.00h
  • Regime de Funcionamento
    • Todos os Médicos do Serviço trabalham em regime de exclusividade e jornada contínua, cumprindo uma média de 12 horas de trabalho diário.
    • Os Médicos cumprem ainda, de forma rotativa, períodos noturnos e fins de semana em presença física.

Carteira de serviços A Unidade difunde a sua carteira de serviços internamente, possui as seguintes valências de Cuidados Intensivos Tipo II:

  • Emergências Cardiorespiratórias
  • Vias Verdes AVC’s, Sepsis, EAM
  • Intoxicações
  • Pós-operatórios
  • Politraumatizados
  • Doenças degenerativas dos sistema neuromuscular
  • Equipa de Emergência Médica Intra-Hospitalar (EEMI), 24h/dia e os 7 dias da semana
  • Emergências metabólicas e neuroendócrinas
  • Anafilaxia e outras emergências imunológicas
  • Formação teórico-prática:
    • Cursos de Técnicas de Socorrismo a AO e Profissionais de Segurança e Alimentação
    • Curso de Suporte Avançado de Vida
    • Curso de Controlo de Infeção-cooperação com GCL-PPCIRA
    • Vigilância epidemiológica de doenças de comunicação obrigatória, gripe sazonal e infeções adquiridas em UCI

Outro Serviço importante é a formação na prática clínica aos cursos:

  • Licenciatura em Enfermagem alunos nacionais e de Erasmus
  • Especialização em Enfermagem
  • Mestrado Integrado em Medicina
  • Especialização em áreas de Medicina

DESCRIÇÃO DO SERVIÇO
Programado na década de sessenta para substituir o então Hospital da Santa Casa da Misericórdia, o Hospital de Castelo Branco iniciou a sua construção em 1968 a qual foi concluída em 1975, e no dia 1 de Maio 1977 foi oficialmente inaugurado. O edifício principal do HAL é constituído por nove pisos, e a Unidade de Cuidados Intensivos Polivalente encontra-se situada no 4º piso, um piso acima da Urgência, e no final de um corredor comum ao Bloco Operatório e ao serviço Central de Esterilização. A UCIP, encontra-se a funcionar desde janeiro de 1984. Inicialmente com cinco camas, reabriu em 19 de abril de 1998 após remodelação, com a lotação de oito camas, número que perdura até à presente data. Esta unidade recebe doentes provenientes do Distrito de Castelo Branco e não só, cujo estado é considerado crítico e portanto de alto risco, que podem subitamente apresentar falência grave das suas funções vitais, necessitando por isso de tratamentos complexos e de equipamentos de apoio de órgão (ventilação mecânica, hemodinâmica e diálise). Neste âmbito, permite a prestação de cuidados específicos e especializados quer médicos, quer de enfermagem.
A zona de cuidados propriamente dita, um espaço relativamente amplo, com temperatura e humidificação regulada e luz natural. Tem  a lotação de oito camas, distribuem-se numa sala em que o espaço de comunicação é comum e organizam-se em unidade aberta, sendo a área por unidade de doente de aproximadamente 25m2. Essas camas encontram-se ligadas a uma central de monitorização, sediada no Posto de Enfermagem, a qual faculta uma visualização direta e contínua de todos os doentes.

A vantagem e objetivo desta visualização direta é permitir uma vigilância mais ativa, sem perda de privacidade para o doente como a sua exposição a frequentes intervenções. A designação da UCIP foi alterada para Serviço de Medicina Intensiva (SMI) no regulamento interno de abril de 2014 da ULSCB. Está em projeto um quarto de isolamento para o espaço da unidade oito e uma saída de emergência para o espaço comum entre as camas quatro e cinco.
Todas as camas têm suporte ventilatório, monitorização invasiva e não invasiva. Todos os monitores do Serviço estão ligados a uma rede informática estruturada que permite acesso de qualquer ponto das instalações.Os registos clínicos do doente na UCIP são desde agosto de 2015 totalmente digitais. Os dados de ventilação e de manuseamento de fluidos também podem ser administrados na rede.

Viatura Médica de Emergência e Reanimação (VMER)

X- Internato Médico

A Direção do Internato Médico rege-se pelas disposições legais em vigor e pelo seu regulamento interno.

Direção de Internato Médico: Dr. Rui Raínho

Gabinete do Internato Médico

Serviços Clínicos